sexta-feira, 26 de maio de 2017

Campanha de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 09 de junho; no Alto Oeste potiguar, apenas cinco municípios já atingiram a meta

A campanha de vacinação contra a gripe, iniciada em 17 de abril e deveria ser encerrada hoje, 26 de maio, foi prorrogada para o dia 09 de junho. Mesmo com os esforços dos três níveis de Gestão para o alcance das coberturas, até o momento, o país atingiu a média de 63,6%, no Nordeste também 63% e o Rio Grande do Norte 68,33%. A meta é atingir 90%.

6ª Região de Saúde – Alto Oeste Potiguar

Com 70,04% de cobertura vacinal, a VI Unidade Regional de Saúde, com sede em Pau dos Ferros, que jurisdiciona 37 municípios do Alto Oeste e deveria vacinar 66.789 pessoas, é o terceiro colocado no ranking no RN, ficando atrás da II Ursap (Mossoró), que atingiu 87,08%, e a III Ursap (João Câmara) com 80,7%.

De acordo com o relatório impresso nesta sexta-feira, 26 de maio, apenas cinco municípios da região alcançaram a meta. O melhor colocado é Coronel João Pessoa, que atingiu 100,0%, seguido de Viçosa com 94,61, Severiano Melo 92,58, Água Nova 91,54% e Lucrécia que conseguiu a média de 90,18. Já os que estão com as menores coberturas vacinais são Rafael Godeiro, que atingiu a média de 52,49%, e Antônio Martins, com apenas 51,48%.

Público Alvo


O público alvo para receber a vacina contra a gripe é formado por toda a população acima de 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e, também, os professores das escolas públicas e privadas que estejam atuando em sala de aula.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Campanha de Vacinação: Na região do Alto Oeste, até o momento, a melhor cobertura é de Coronel João Pessoa. Já a pior é Marcelino Vieira

A campanha de vacinação contra a gripe, iniciada em 17 de abril, será encerrada na próxima sexta-feira (26). Com 61,19% de cobertura vacinal, até o momento, a VI Unidade Regional de Saúde, com sede em Pau dos Ferros, que jurisdiciona 37 municípios do Alto Oeste, é o terceiro colocado no ranking no RN, mas acima da média do Nordeste, que é de 55,40% como, também, da média nacional, de 58,62%. A meta a ser atingida é de 90% de um total de 66.879 pessoas.

De acordo com o relatório impresso nesta terça-feira, 23 de maio, o município melhor colocado na região é Coronel João Pessoa, que atingiu 97,30%, seguido de Severiano Melo com 90,21, Água Nova com 87,97, Lucrécia 87,3% e Venha-Ver, que conseguiu a média de 85,44%. Já os que atingiram as menores coberturas vacinais são Pau dos Ferros, com 44,51%, e Marcelino Vieira com apenas 43,77%.


O público alvo para receber a vacina contra a gripe é formado por toda a população acima de 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; os povos indígenas; grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e, também, os professores das escolas públicas e privadas que estejam atuando em sala de aula.

terça-feira, 16 de maio de 2017

A 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres do Alto Oeste foi coroada de sucesso

Nesta terça-feira, 16, o auditório do campus da Ufersa de Pau dos Ferros foi palco da 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres do Alto Oeste do RN, que é composto por  37 municípios. O evento foi coroado de sucesso e de público.

A Conferência foi aberta e presidida pela gerente da VI Ursap, Mona Lisa Torquato, que compôs a mesa dos trabalhos juntamente com a secretária municipal de saúde de Pau dos Ferros, Zélia Leite, a Coordenadora da CORESMu, Gladys Diógenes, técnicas da Sesap, Ivana Fernandes e Suzete Queiroz, Coordenador da CIR, Temístocles Maia, professora Hortência Pessoa, representante da Ufersa, Vereadora Itacira Aires, representando a Câmara Municipal, Jaqueline Sampaio, representante do Conselho Estadual de Saúde 

A Conferência teve início com o credenciamento dos participantes, um recheado café da manhã, seguido da apresentação cultural com o grupo Elton Soul e Chico Melodia e a execução do Hino Nacional pela professora e cantora gospel Diná Mendes.

Após a leitura e aprovação do regulamento, teve início a Conferência Magna proferida pela enfermeira e técnica da Sesap, Ivana Fernandes, que versou sobre o tema: “Saúde das Mulheres, Desafios para a Integralidade com Equidade”.

Em ato contínuo, foram formados os Grupos de Trabalho que discutiram os quatro eixos temáticos da CORESMu: I - O papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres; II - O mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres. III - Vulnerabilidades e equidade na vida e na saúde das mulheres e IV - Políticas públicas para as mulheres e a participação social. Ao término das atividades dos GT´s, foi servido o almoço.

A Conferência encerrou com a Plenária Final, eleição e escolha dos delegados à Conferência Estadual, que está prevista para acontecer no período de 13 a 15 de junho na Escola de Governo, em Natal. Já etapa nacional deverá ser realizada nos dias 01 a 04 de agosto, em Brasília.








segunda-feira, 15 de maio de 2017

quinta-feira, 11 de maio de 2017

VI Ursap sediou Oficina Aplicativa para Construção dos Instrumentos de Gestão

A VI Unidade Regional de Saúde Pública, em Pau dos Ferros, sediou na manhã desta quinta-feira, 11 de maio, uma Oficina Aplicativa para Construção dos Instrumentos de Gestão. O evento, promovido pelo Conselho de Secretários Municipais de Saúde do RN, foi destinado aos 37 gestores da região do Alto Oeste. O encontro foi aberto pela gerente da VI Ursap, Mona Lisa Torquato.

O objetivo da capacitação, ministrada pelo secretário executivo do Cosems-RN, Sueldo Queiroz, e pelas apoiadoras Terezinha Rego e Solane Costa, é aferir como se encontram, atualmente, as Secretarias Municipais de Saúde no tocante aos Planos de Saúde, Relatórios Anuais, exercício 2016, e Programação para o biênio 2017-2018.

Para Solene Costa, faz-se necessário que os gestores conheçam os atos normativos do SUS e que sejam atores das políticas de saúde dos seus municípios para evitar prejuízos no atendimento das demandas da população.
“Os secretários precisam ter uma participação mais efetiva na elaboração das políticas de saúde dos municípios. Muitas vezes, o PPA, a LDO e a LOA são confeccionados dentro de escritórios de contabilidade sem nenhuma opinião do titular da pasta”, declarou Solene.

A 6ª Região de Saúde foi a terceira a receber o treinamento. As duas primeiras foram Assu e Mossoró. Já o próximo encontro acontecerá na região Metropolitana no dia 23, uma terça-feira. 










Equipe Organizadora ultima logística da 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres do Alto Oeste

A Equipe Organizadora da 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres da 6ª Região de Saúde, compreendida por 37 municípios do Alto Oeste Potiguar, está concluindo a fase preparatória para realização do evento.  

Hoje pela manhã foram organizados certificados de participação, faixas, cartazes, crachás, relação de frequência, dentre outros materiais logísticos.

A 1ª CORESMU terá como município sede a cidade de Pau dos Ferros e acontecerá na UFERSA, no dia 16 de maio de 2017, das 8h às 18h, e será presidida pela gerente da VI URSAP, Mona Lisa Torquato, e pela secretária municipal de saúde do município de Pau dos Ferros, Zélia Leite, por sediar a conferência, e Coordenada pela representação do Controle Social na região, a Sra. Gladys Miriam Diógenes Fernandes.

A Conferência regional terá a participação de 176 delegados, oriundos dos 37 municípios que integram a 6ª região de saúde, indicados, paritariamente, em reuniões ampliadas de cada Conselho municipal de saúde, sendo 50% de usuários, 25% profissionais de saúde e 25% de gestores e prestadores de serviços e convidados que serão pessoas de relevância na discussão da Política da Saúde das Mulheres.

O tema central da Conferência, que orientará as discussões nas distintas etapas da sua realização, será “Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade com Equidade”, a ser desenvolvido um eixo principal e em eixos temáticos.



quarta-feira, 10 de maio de 2017

Saúde: governador solicita aumento de repasses federais e apoio para mutirão



Em audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o governador Robinson Faria solicitou o aumento dos repasses federais para incremento do teto de média e alta complexidade (MAC) para o Sistema Único de Saúde do Rio Grande do Norte e o apoio para realizar um mutirão de cirurgias ortopédicas e eletivas. A reunião realizada em Brasília nesta tarde (10) contou também com as presenças dos deputados federais Fábio Faria, Antônio Jácome e Beto Rosado, e dos secretários de Estado da Saúde, George Antunes, da Comunicação, Juliska Azevêdo, do titular da pasta de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, e das Relações Institucionais, Getúlio Ribeiro.

Na reunião o governador situou o ministro sobre o cenário financeiro do RN, incluindo os gastos com demandas judicias em 2016 e até março de 2017 que ultrapassam os R$ 102 milhões, sendo R$ 89.615,988,02 milhões no ano passado e R$ 12.547.605,54 até o momento neste ano.

O reforço financeiro para aplicação na saúde pública potiguar é referente a assistência hospitalar, oncologia, SAMU, UTIs, hemorrede e serviços da hemoterapia e tecnologia da informação. A solicitação de aumento de repasse é explicada pelo número crescente de pacientes e portadores de doenças degenerativas; aumento de casos de diabetes, arteriosclerose, hipertensão, cânceres, entre outros.


O governador afirmou que em um momento de dificuldade financeira é importante poder contar com o apoio do Governo Federal. “Existe um clamor da sociedade pela melhoria da saúde pública, principalmente nesse momento de crise por qual passa o Brasil. Mas saímos daqui confiantes e com a certeza que o ministro Ricardo Barros será sensível para uma causa tão importante”, encerrou.