sexta-feira, 15 de junho de 2018

Sesap e Unicef vão realizar capacitação para estimular crianças com microcefalia


A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vai capacitar, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), profissionais de saúde para adotarem a metodologia do Projeto Redes de Inclusão no ambiente escolar e domiciliar em crianças com microcefalia e outras síndromes congênitas.

O Projeto Redes de Inclusão é uma iniciativa do Unicef, ao lado de vários parceiros, com a finalidade de apoiar as gestões municipais na qualificação da atenção às famílias e aos cuidadores de crianças com síndrome congênita associada a infecção pelo vírus Zika (microcefalia) e outras síndromes causadas por sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes vírus (STORCH).

A capacitação vai acontecer nos dias 19 e 20 de junho, no Centro Especializado em Reabilitação de Macaíba/RN, coordenado pela área técnica da saúde da criança da Sesap, com apoio da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.
A consultora do Unicef, Lourdes Magalhães, explica que o objetivo é manter, através das secretarias de saúde, o acompanhamento das crianças e dar apoio técnico aos municípios para a estimulação de crianças com alterações no desenvolvimento. “A metodologia foi criada em Pernambuco e na Paraíba, e agora está sendo disseminada para estados que tiveram casos de crianças acometidas pelo Zyka vírus”.

“Será uma oficina e o público-alvo são profissionais da Atenção Básica à saúde, educação infantil e assistência social, que serão multiplicadores. Os técnicos do CER III de Macaíba e da Sesap irão orientar os demais participantes, inclusive as mães, a construir kits de estimulação precoce, com objetos fabricados com materiais de baixo custo e de fácil aquisição, e esses multiplicadores serão responsáveis por disseminar essa metodologia para que as crianças que estarão nas creches e assistidas na Atenção Básica possam ser estimuladas”, explica a coordenadora da área técnica da Saúde da Criança, Célia Melo.


quinta-feira, 14 de junho de 2018

Campanha de Vacinação contra Influenza segue até sexta-feira, dia 22; RN ocupa a 6ª posição no Nordeste


A campanha de vacinação contra Influenza, iniciada em 23 de abril, foi prorrogada até 22 de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento, o estado aplicou 776.762 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 84,5% do público alvo. O estado se encontra em 6º lugar no Nordeste e 13º do país em números de cobertura vacinal.

Devem se vacinar, até o próximo dia 22, uma sexta-feira, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Segundo a coordenadora estadual de imunização Katiucia Roseli, entre os grupos prioritários, aqueles que precisam de uma atenção especial nessa reta final da campanha são os de crianças, gestantes e idosos, pois ainda não atingiram a meta. Os demais grupos já alcançaram a meta mínima dos 90%.

“Orientamos a toda população inserida nos grupos prioritários e que ainda não se vacinou a procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência. Em especial as crianças, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, por se enquadrarem em grupos com grande suscetibilidade às complicações causadas pela influenza”, a coordenadora.


Sesap/RN amplia atendimento odontológico do CER


A Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) está incrementando o atendimento odontológico do Centro Especializado em Reabilitação (CER, antigo CRI) com a implantação de três novos consultórios e a ampliação do atendimento a pacientes portadores de fissura labiopalatina. A Sesap já iniciou a compra dos novos equipamentos que serão destinados a dois consultórios que atendem à demanda com equipamentos antigos e um terceiro consultório será implantado para a prestação de serviço a pacientes com fissura labiopalatina. Com a aquisição dos equipamentos e instalação dos novos consultórios, o serviço odontológico aumentará a capacidade que hoje é de 24 para 48 pacientes por dia. O investimento total será de cerca de 100 mil reais.

De acordo com a chefe do Ambulatório do CER, Suily Alencar, a criação do Núcleo de Atenção Interdisciplinar ao Fissurado (NAIF) fez surgir a necessidade de um terceiro consultório exclusivo do NAIF para a prestação de serviço ambulatorial aos pacientes com fissura labiopalatina.  “O consultório será instalado em uma nova sala, com capacidade para atendimento tanto no pré-cirúrgico, fazendo o preparo de boca para realização das cirurgias plásticas e ortognáticas que são necessárias ao longo do tratamento para a completa reabilitação destes pacientes, quanto para o tratamento preventivo, restaurador e ortodôntico nestes pacientes nos intervalos entre as cirurgias. Toda a parte cirúrgica se dará em um outro centro especializado dentro de um ambiente hospitalar”, explica  Suily.

Os pacientes com fissura labiopalatina que ainda não são cadastrados no NAIF deverão procurar o ambulatório do CER com uma ficha de referência feita por um médico, ou dentista, um fonoaudiólogo, ou mesmo um enfermeiro, encaminhando este paciente para o serviço social do CER, que o encaminhará para o NAIF onde passará pelo processo de avaliação e acolhimento para ser direcionado aos diversos especialistas, como pediatra, otorrino, geneticista, nutricionista, fonoaudiólogos e ao serviço odontológico. De acordo com a necessidade, o CER também pode encaminhar o paciente para a cirurgia via Tratamento Fora Domicílio (TFD). O tratamento cirúrgico atualmente é feito fora do estado via TFD, onde o paciente conta com todo apoio da Sesap com orientação, passagens aéreas e hospedagem, inclusive nas consultas de retorno.

A equipe odontológica do CER é composta de oito profissionais sendo seis odontopediatras, que já atendem os pacientes com diversos tipos de deficiência, um dentista clínico geral e um ortodontista que trabalharão na reabilitação dos pacientes com fissura. Os novos consultórios entrarão em funcionamento tão logo sejam concluídos o processo de compra e a instalação dos novos equipamentos.

Na opinião de Suily Alencar, que também é responsável pelo NAIF, a melhora do setor odontológico do CER é um grande ganho para a população tanto para os pacientes com múltiplas deficiências que são atendidos no nosso centro como para os pacientes com fissura palatina que agora não precisarão mais se deslocar para outro estado para fazer tratamentos ambulatoriais. “Eles agora poderão ser feitos aqui, melhorando as condições de sua reabilitação, oportunizando ainda atendimento multidisciplinar, o que permite o desenvolvimento adequado a estes pacientes”, disse ela.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Sesap/RN iniciou mutirão de cirurgias de catarata; procedimentos começaram por Alexandria


Mais de 800 pacientes do SUS, residentes no Alto Oeste potiguar, serão beneficiados com o mutirão de cirurgia de catarata, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Junto ao Ministério da Saúde (MS), a ação começará pelo município de Alexandria, que faz parte da VI Região de Saúde, e beneficiará os mais de 30 municípios da região.

O valor total do investimento é de R$ 651.230,40, entre valores de contrapartida do Orçamento Geral do Estado e do Ministério da Saúde. Os procedimentos serão realizados por prestadores de serviço habilitados junto ao MS por chamamento público para serviço de oftalmologia.

Alexandria foi o município escolhido devido à grande demanda pelo procedimento: são mais de 840 pessoas na fila de espera. As cirurgias iniciaram dia 30 de maio e até o momento mais de 50 pacientes já foram atendidos. Num segundo momento irão se estender a outras cidades, assim como as demais regiões de saúde de todo Rio Grande do Norte.

A catarata é uma doença multifatorial que pode ser congênita ou adquirida, cuja causa mais comum é o envelhecimento do cristalino, e quando ocorre pela idade, é denominada catarata senil. A doença também pode estar associada a tabagismo, alcoolismo, uso de certos medicamentos, etc.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Hospital Walfredo Gurgel e Movimento Pró-queimados realizam campanha no mês de junho


A chegada do mês de junho sempre vem atrelada as comemorações das festas juninas. Porém, as tradicionais brincadeiras com fogos e fogueiras podem causar sérias queimaduras caso não haja os cuidados necessários. Visando prevenir estas ocorrências, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), através do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), vem realizando uma série de atividades a fim de alertar a população sobre como aproveitar melhor as festas de Antônio, João e Pedro sem que ocorram prejuízos para a saúde.

Durante todo o mês de junho, e pelo segundo ano consecutivo, o Movimento Pró-queimados realiza a venda de camisetas de proteção solar e uma festa para arrecadação de fundos para a melhoria do CTQ. Desta vez, comunidade e funcionários do hospital poderão dançar e se divertir no evento que ocorre no Boulevard Recepções, no próximo dia 28, com a participação das bandas: Grafith e Uskaravelho e da cantora Rebekka Martins.

Segundo o chefe do Centro, Marco Almeida, “junho é sempre um mês complicado no tocante as ocorrências envolvendo queimaduras, principalmente em crianças. Todo ano, identificamos um aumento de pelo menos 20% na ocupação de nossos leitos, devido a acidentes com fogos e fogueiras. É preciso que os pais estejam sempre alertas e acompanhem os filhos para evitar que acidentes assim aconteçam”, alerta.

Almeida conta que a campanha Pró-queimados surgiu da necessidade de melhorar ainda mais a qualidade da assistência no único Centro especializado no atendimento e assistência à pessoa queimada no Rio Grande do Norte. “O CTQ é referência em todo o RN para casos de queimaduras. E, dentro do possível, realizamos um excelente trabalho. Mas, claro, sempre podemos melhorar. E os recursos advindos desta campanha, assim como a do ano passado, servirão para aquisição de novos equipamentos e estruturação do nosso serviço”, explica.

Ainda dentro das atividades realizadas pelo CTQ neste mês, foi realizado um aumento de 10 cirurgias eletivas, nesta primeira semana de junho, para pacientes que já passaram pelo Centro e que ainda precisavam de procedimentos estéticos para a continuidade do seu tratamento.  

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Pau dos Ferros-RN: VI Ursap solicitou à Sesap equipe de Entomologia para investigar casos de Leishmaniose Visceral no município



De acordo com a base de dados do SINAM (Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação) da VI Unidade Regional de Saúde Pública, o município de Pau dos Ferros, no Alto Oeste potiguar, já tem registrados 04 (quatro) casos de Leishmaniose Visceral em humanos, com um óbito.

Em função disso, foi solicitado pela VI URSAP, à Secretaria Estadual de Saúde, a presença de profissionais do Núcleo de Entomologia que, sob a orientação da sua Coordenadora Lúcia Abrantes, se encontra no município desde segunda-feira, dia 04 de junho, e ficará até a próxima sexta feira, 08, realizando a devida pesquisa e orientando a equipe de endemias do município quanto ao controle químico.

Durante o trabalho de campo, já foram colocadas armadilhas luminosas (modelo CDC) no peridomicílio e no intradomicílio, no horário das 17h às 07h da manhã seguinte, em algumas residências do Centro e bairro Cohab,  totalizando 16 armadilhas, incluindo as residências onde ocorreram casos humano de Leishmaniose Visceral.

No tocante à Vigilância Entomológica, o Estado exerce PAPEL FUNDAMENTAL NO CONTROLE E PREVENÇÃO DA LEISHMANIOSE, cabendo-lhe realizar pesquisa entomológica com objetivo de verificar a presença das espécies transmissoras das Leishmanioses: Lutzomyia longipalpis e/ou Lutzomya cruzi, em municípios com ocorrência do primeiro caso de Leishmaniose Visceral ou em situações de surto.

LEISHMANIOSE VISCERAL

A leishmaniose Visceral é uma doença causada por um protozoário (Leishmania) transmitido por meio de vetor (flebotomínio) para cães e humanos. Apenas uma parte da população contaminada apresenta sinais e sintomas; nestes casos, se não tratada, pode levar a óbito.

O ministério da Saúde recomenda que as ações sejam centradas no diagnóstico e tratamento precoces dos casos humanos, redução da população de flebotomínios, eliminação de reservatórios e atividades de educação em saúde.



terça-feira, 5 de junho de 2018

Governo do RN entrega cadeiras de rodas motorizadas a pacientes do Centro Especializado em Reabilitação



O Governo do RN iniciou nesta terça-feira, 05, a entrega de cadeiras de roda a portadores de deficiência física. Serão fornecidas 540 cadeiras sendo 80 motorizadas. Na sede do Centro Especializado em Reabilitação (CER), antigo CRI, em Natal, o governador Robinson Faria participou do ato de entrega das primeiras dez cadeiras motorizadas.

"Esta é a primeira vez que o Governo fornece cadeiras motorizadas a quem precisa. Hoje estamos entregando dez cadeiras, mas serão 80, que irão atender pessoas de todo o Estado", afirmou Robinson Faria, para acrescentar que o equipamento "dá autonomia, mobilidade, conforto e melhora a qualidade de vida das pessoas. Nosso governo é solidário, humano e atende as necessidades de quem mais precisa, beneficiando jovens e adultos".

As cadeiras motorizadas são as de melhor qualidade disponíveis no mercado, fabricadas pela Ottobock, empresa alemã líder mundial no setor de reabilitação. As cadeiras têm autonomia de 35 quilômetros e atingem a velocidade de 10 quilômetros, e têm garantia de um ano.

As outras 70 cadeiras estão sendo ajustadas para as necessidades de cada beneficiado e serão entregues em breve. Também é necessário que o beneficiado faça um curso para operar a cadeira podendo, assim, aproveitar todas as facilidades que o equipamento proporciona.