quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Sesap inicia processo seletivo para contratação temporária de 553 profissionais

Está publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), na edição de 16 de janeiro, o Edital 001/2018/Sesap com abertura do processo seletivo simplificado para contratação temporária de profissionais para a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). As inscrições serão feitas de 22 a 26 de janeiro, das 8h às 16h, no edifício sede da Sesap, na avenida Deodoro da Fonseca, em Natal/RN.

A contratação será pelo período de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período, e deverá amenizar o déficit de pessoal, de modo a suprir a necessidade de hospitais da capital e região metropolitana, preferencialmente. Serão contratados técnicos em radiologia, em biodiagnóstico, e em enfermagem, fisioterapeutas, enfermeiros, farmacêuticos/bioquímicos e médicos, num total de 553 vagas.

Em andamento


Além da contratação temporária, feita pela Sesap, um concurso público de provas e títulos para provimento de cargos no quadro permanente da Saúde está sendo realizado pela Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh), através do Edital 001/2018/Searh. As inscrições estão abertas desde 15 de janeiro e podem ser feitas até 15 de fevereiro pelo site da Comperve, no endereço www.comperve.ufrn.br.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Sesap alerta para casos de raiva em morcegos

Com a confirmação de 27 animais positivos para raiva ao final de 2017, sendo a maioria (16 animais ou 59,25% do total) morcegos, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap RN), alerta a população a sempre buscar assistência médica em todo caso de acidente envolvendo animais passíveis de transmissão da doença.

De acordo com a Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (SUVAM), os mais recentes resultados de morcegos positivos foram procedentes de Vera Cruz, Natal e Pureza. No caso de Pureza, a amostra foi de um morcego hematófago, que se alimenta de sangue, (Desmodus rotundus), que agrediu uma pessoa. A vítima encontra-se em bom estado de saúde, pois buscou assistência médica para tratamento antirrábico no Hospital Giselda Trigueiro. Esse caso, em particular, desperta muita preocupação para a vigilância da raiva, já que a variante viral do Desmodus rotundus foi identificada nos seis casos fatais de raiva humana de 2017 do Brasil.

A raiva é uma doença sem cura, por isso a necessidade de buscar atendimento antes da manifestação dos sintomas. No mundo só há 4 casos de sobrevivência e anualmente morrem cerca de 60.000 pessoas, especialmente na Ásia e África.

A Subcoordenadora de Vigilância Ambiental da Sesap, Cíntia Higashi, chama a atenção as medidas que a população precisa tomar, conforme orientação do Programa Estadual de Raiva: “É preciso que todos os morcegos suspeitos de raiva, ou seja, encontrados em atividade durante o dia se alimentando, caídos no chão ou pousados em local desprotegido e também aqueles morcegos encontrados mortos sejam encaminhados para exame laboratorial de raiva”, orienta.

A Sesap ainda orienta que ?qualquer contato com morcegos é preocupante e por isso a assistência médica deve ser procurada, independente de haver lesão ou do tipo de morcego. Todos os morcegos podem contrair e transmitir doença. A mordedura provocada pelo morcego hematófago para alimentação tem um formato elíptico (circular) característico e esse achado deve ser repassado imediatamente aos serviços de vigilância e controle da raiva?, pois a capacidade de transmissão da doença entre esses animais é maior.

Outra importante medida é que os cães ou gatos que entraram em contato com morcegos sejam monitorados por 180 dias. É preciso que seja feito reforço vacinal contra raiva de duas ou três doses de vacina antirrábica conforme status vacinal desses animais. Cães e gatos devem ser imunizados.

Outro alerta é que a população sempre que tomar conhecimento de animais de produção ou de interesse econômico (bovinos, caprinos, ovinos, suínos e equinos) com suspeita de raiva, bem como de animais sendo espoliados por morcegos hematófagos, devem informar o fato à Coordenação do Programa de Controle da Raiva dos Herbívoros do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN, telefone: 3232- 8035).

A notificação de animais de produção com suspeita de raiva é compulsória e deve ser feita por qualquer cidadão conforme orienta a Instrução Normativa nº50 de 24 de setembro de 2013 do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Sesap realizará concurso com 404 vagas

A partir do dia 15 deste mês e até 15 de fevereiro próximo estarão abertas as inscrições para o concurso que o governo do Rio Grande Norte está realizando para provimento de 404 vagas na Secretaria de Saúde Pública (Sesap-RN), sendo 176 para nível médio e 228 para nível superior. Os convocados irão reforçar os quadros da secretaria nas unidades de saúde onde há carência de pessoal.

O concurso (regido sob o edital 001/2018) está sendo realizado por meio da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos (SEARH) e será executado pela Comperve. As inscrições serão feitas exclusivamente pelo site da Comperve (www.comperve.ufrn.br) a partir das 8h00min do dia 15 de janeiro até às23h59min do dia 15 de fevereiro de 2018, observados o horário local de Natal. As oportunidades são para nível médio e superior. As remunerações variam de R$1.030,26 a R$4.081,49.

Serão disponibilizadas vagas para Assistente Técnico em Saúde, Técnico de Biodiagnóstico, Técnico em Enfermagem e Técnico em Radiologia, para candidatos que possuem nível médio, e Assistente Social, Enfermeiro, Engenheiro Biomédico, Engenheiro de Seg. do Trabalho, Farmacêutico, Farmacêutico Bioquímico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Psicólogo, Administrador, Contador, Terapeuta Ocupacional, Médico Anestesista, Médico Cardiologista, Médico Cirurgião Geral, Médico Cirurgião Pediátrico, Médico Cirurgião Torácico, Médico Cirurgião Vascular, Médico Clínico Geral, Médico Endoscopista, Médico Gastroenterologista, Médico Ginecologista e Obstetra, Médico Hematologista, Médico Infectologista, Médico Intensivista, Médico do Trabalho, Médico Nefrologista, Médico Neonatologista, Médico Neuroencefalografista, Médico Neurocirurgia, Médico Neurologista Pediátrico, Médico Neurologista, Médico Ortopedista, Médico Patologista, Médico Pediatra, Médico Pediatra Intensivista, Médico Pneumologista, Médico Psiquiatra, Médico Psiquiatra Infantil, Médico Ultrassonografista e Médico Urologista, para nível superior.

Provas

As provas serão aplicadas no dia 15 de março de 2018. Para os cargos de nível médio serão aplicadas provas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemática, Conhecimentos sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) e Conhecimentos Específicos da área escolhida. Para os profissionais de nível superior, além das provas já citadas, os candidatos serão submetidos à prova de títulos conforme documentação comprobatória constante no edital.


sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Gestão discute programação de Promoção à Saúde do RN para 2018


A programação de capacitações, apoio a eventos e ações de prevenção dentro da política de IST/Aids (Infecções Sexuais Transmissíveis) do Rio Grande do Norte foi discutida na manhã desta sexta-feira, 5, em reunião com o secretário estadual da Saúde, George Antunes, no gabinete da Sesap.

Participaram do encontro, representantes da Coordenação de Promoção à Saúde (CPS), programa estadual de IST/Aids, Coordenadoria Financeira e movimentos sociais.

Na reunião foram abordadas as programações para 2018 de realização de eventos e ações de prevenção dentro da legislação vigente que rege o apoio da Sesap às atividades.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

VI Ursap divulga escala das Farmácias de Plantão no município

Como faz, religiosamente todos os meses, a VI Unidade Regional de Saúde Pública (VI URSAP), sediada em Pau dos Ferros, divulgou a Escala das Farmácias de Plantão, localizadas no município, referente a janeiro. Além dos nomes dos estabelecimentos, constam, também, os números dos telefones fixos.

Dia 01 foi a Farmácia São Benedito. Ontem, a Drogaria Opção. Hoje, 03, a Farmácia Independência.

Já nesta quinta-feira, 04, será a Farmácia Pague Menos. E segue a lista até o dia 31.




terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Novo modelo de financiamento do SUS garante eficiência no uso de recursos

A proposta unifica os recursos e fortalece a execução das ações em saúde em todo país, além de garantir o melhor acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente os repasses da saúde são realizados por meio de seis blocos de financiamento temáticos.  Agora, os repasses serão feitos em duas categorias: custeio de ação e serviços públicos de saúde e o bloco de investimento.

Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a medida diminui a burocracia e evita que recursos fiquem parados nas contas dos municípios. “Estamos estabelecendo um modelo de repasse onde passaremos recursos apenas para custeio e investimento. Essa ação vai permitir mais flexibilidade ao gestor na aplicação do recurso durante o ano. Com isso, vamos simplificar a prestação de contas, diminuir a burocracia e dá autonomia ao município e ao conselho municipal de saúde”, afirmou o ministro.

O novo modelo vai permitir mais eficiência no controle e o monitoramento do cumprimento da execução dos recursos destinados às ações em saúde em todo o Brasil. Mais de 1.200 artigos regulamentavam a transferência de recursos. Com esse modelo, em 2016, mais de R$ 5,7 bilhões acabaram parados nas contas correntes de municípios, estados e o Distrito Federal. Para 2017, a previsão é que cerca R$ 7 bilhões fiquem na mesma situação.

Ricardo Barros chamou atenção para o fato de R$ 7 bilhões de recursos estejam depositados em contas especificas para ações em que os municípios não tem interesse em fazer ou que não cabe aquele tipo de ação. “Isso prova que tem dinheiro parado, enquanto muitas áreas estão com falta de recursos. É uma contradição burocrática que precisava ser eliminada”, reforçou o ministro.

Na prática, os gestores estaduais e municipais passam a ter mais autonomia, porém com mais responsabilidade na execução dos recursos para saúde. A aplicação da verba fica interligada ao plano de saúde local, respeitando o cumprimento do orçamento federal, como o financiamento da atenção básica, vigilância em saúde e assistência farmacêutica.


Governo do RN assina ordem de serviço para 40 novos leitos de UTI’s em Natal e Mossoró; Pau dos Ferros passará de 06 para 10


O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesap) assinou nesta sexta-feira, 29, os contratos e as ordens de serviço para construção de 40 novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s).

São 20 novos leitos em Natal para o Hospital Walfredo Gurgel que serão construídas na área que hoje também abriga o Hospital João Machado, na avenida Alexandrino de Alencar. Outros 20 novos leitos serão construídos no Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró.

O secretário de Saúde, George Antunes destacou que “estamos atendendo determinação do governador Robinson Faria de levar assistência de saúde para perto do cidadão, evitando grandes deslocamentos e desafogando os serviços na capital do Estado”. George Antunes acrescentou que a instalação de novas UTI’s “fecha um ciclo no processo para dotar as unidades regionais de saúde de maior resolutividade”.

Os novos leitos de UTI’s serão construídos e equipados com recursos próprios do Governo do Estado. Em Natal o valor do investimento nas instalações físicas é de R$ 1,9 milhão com prazo de conclusão de 360 dias. Em Mossoró, o custo é de R$ 2,4 milhões, com prazo de 300 dias, ambos contados a partir de 02 de janeiro de 2018.

Hospital de Pau dos Ferros passará de 06 para 10

Neste mês de janeiro de 2018 o Governo do Estado vai entregar mais 20 novos leitos de UTI. São 10 leitos em Pau dos Ferros e outros 10 em Caicó. Outros 10 leitos estão em construção no município de Currais Novos, com conclusão prevista para o mês de março.

O Governo do Estado também está em processo de contratação de mais 20 leitos de UTI, sendo 10 para o Hospital Regional de São José do Mipibu e 10 para o Hospital Regional de Macaíba. “Enfrentamos dificuldades, mas o nosso Governo se mantém firme nas ações que efetivamente vêm para melhorar os serviços públicos e o atendimento às necessidades da nossa população, como fazemos agora com mais este investimento na saúde”, afirmou Robinson Faria.