quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Obras do Hospital Regional de Pau dos Ferros estão 50% concluídas

O Governo do RN está realizando a estruturação da Rede de Urgência e Emergência em sete hospitais regionais, um deles é o Hospital Cleodon Carlos de Andrade, localizado em Pau do Ferros. Só em obras o valor investido é de R$ 3 milhões através do Governo Cidadão com recursos do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

“Depois de 27 anos, esta reforma tão aguardada está se concretizando. Vamos passar de sete para quatorze leitos na rede de urgência e emergência, sem falar do Banco de Leite que também está sendo construído e equipado com recursos do Governo Cidadão”, diz Márcia Holanda, diretora geral do hospital de Pau dos Ferros.

A gerente executiva do Projeto Governo Cidadão, Ana Guedes fez uma visita às obras que estão com 50% de execução e afirmou que a estruturação da Rede de Urgência e Emergência do RN é uma das metas do acordo de empréstimo com o Banco Mundial que o Estado vem cumprindo.

“O planejamento feito pelo Executivo para melhoria do setor de saúde é a médio e longo prazo. Passos importantes foram dados antes da obra começar. O Estado percorreu um longo caminho em fazer projetos, estudos de viabilidade, licitação, entre outros”.

Segundo a diretora técnica do hospital, Fátima Góis, a unidade atende 37 municípios do Alto Oeste e a taxa de ocupação é de 80% em média. “Possuímos 76 leitos. Tem dias que não temos nenhum disponível, mas a média de ocupação é de 80%. Essa obra é muito importante e vai melhorar ainda mais o nosso atendimento”, destaca. 

Fátima lembra, ainda, que por ser o único hospital de urgência da região, mesmo quem possui plano de saúde e necessita de uma urgência tem que ser atendido no hospital. “Só depois do quadro estabilizado, o paciente é encaminhado para outra unidade”. A média da população de região é em torno de 300 mil habitantes.

O setor de UTI também está sendo ampliado com recursos da SESAP, e vai passar de 6 seis para 10 leitos. 

Essa obra está prevista para ser entregue no final de Janeiro e os leitos são credenciados pelo SUS.






0 comentários:

Postar um comentário